1 Followers
26 Following
anatarouca

anatarouca

Memórias das Estrelas sem Brilho

Memórias das Estrelas sem Brilho - José Leon Machado Memória das Estrelas sem Brilho de José Leon Machado é um bom exemplo de como, ao embrenharmo-nos num romance, ao deixarmo-nos envolver emocionalmente pelas personagens, ao partilharmos as vivências do protagonista, entramos pelas portas do tempo numa época remota e enriquecemos o nosso conhecimento da História do nosso país:
 
"Na Memória das Estrelas sem Brilho, conta-se a história de um estudante universitário que é obrigado a interromper o curso para comandar um grupo de expedicionários que o governo português em 1917 enviou para as trincheiras da Flandres. A sua trajectória e a dos homens que comanda, nas pequenas e grandes misérias de que foram vítimas e na ligação ao que deixaram e ao que perderam, resulta num retrato emocionante e autêntico de um dos períodos mais conturbados da sociedade portuguesa.




Romance de guerra, mas também romance de amor, Memória das Estrelas sem Brilho relata a tão inútil quanto obstinada busca da paz e da felicidade através de um caminho de escombros e flores cortadas, capacho do tempo e dos seus caprichos".

(Texto da contra-capa)


Eu não sou fã de romances de guerra. As guerras implicam uma realidade grotesca, ignorante, gananciosa e ridícula. São uma manifestação de como a natureza humana pode tropeçar no défice de inteligência e cair na auto-destruição. Daí o facto de ter começado a ler este romance com algumas reticências.

No entanto, apresento aqui a minha rendição: à medida que a prosa vai ganhando ritmo, que as personagens se vão tornando familiares, que o protagonista e narrador Luís Vasques conquista a empatia do leitor (a opinião deste Alferes sobre a guerra acaba por ser essencialmente a minha) a leitura flui com uma facilidade telepática.

Além do mais, este romance é muito mais do que apenas de guerra. Traça um retrato, na minha humilde opinião fiel, da sociedade portuguesa, ao longo do Século XX (acompanhando o tempo de vida da personagem principal) com especial ênfase na participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Dá conta de uma relação de amizade vitalícia entre dois homens de natureza muito diferente. Partilha as deliciosas inconfidências da vida íntima, dos amores, das aventuras amorosas e sexuais das personagens (principalmente do Dr. Luís Vasques que era um grande marialva) :)))).